Como Chegar ao Orgasmo?

Como Chegar ao Orgasmo?

Como chegar ao orgasmo? Certamente muitas pessoas se perguntam a respeito dessa possibilidade, não  é mesmo? E, isso não está atrelado somente ao prazer em si, sabia?

Na verdade, é importante reforçar o sexo é algo positivo em nossas vidas e até mesmo saudável. Isso é algo incontestável desde sempre! E, nesse caso, o orgasmo nada mais é do que o ponto máximo do prazer sexual.

Ele ainda pode estar não somente associado a uma experiência física como também psicológica. Além disso, o orgasmo pode proporcionar uma ampla lista de reações em nosso corpo, sem contar, sensações únicas.

Mas, o que poucas pessoas realmente sabem, é que o orgasmo pode ser extremamente benéfico à saúde. Isso porque, uma vida sexual ativa pode ser favorável para amenizar uma série de problemas comuns.

Um dos mais evidentes é o estresse e a ansiedade, bem como contribuir para a prevenção de doenças cardíacas.

Por conta de tudo isso, entender como chegar ao orgasmo envolve uma série de conhecimentos e informações valiosas!

Afinal, o que é o orgasmo?

A sensação de orgasmo consiste em uma intensa experiência subjetiva descrita, por muitas mulheres, como a sensação de chegar no pico de liberação de energia após uma grande tensão, acompanhada de contrações na região genital, seguidas de uma forte sensação de relaxamento corporal total.

Ao contrário do homem, que possui a ereção seguida da ejaculação, o orgasmo feminino não é notado anatomicamente contribuindo para a confusão mental, até mesmo das mulheres, sobre o que é, de fato, a sensação do orgasmo.

Muitas acreditam que a sensação orgástica se resume a excitação de estar exercendo o ato sexual, que não se relaciona, necessariamente, com o clímax orgásmico.

A anorgasmia, como é conhecida a falta de orgasmo, também apresenta dois tipos de quadros: primário (a mulher nunca teve a experiência de vivência do orgasmo) ou generalizado (que foi adquirido com o tempo, a mulher já foi saudável um dia).

O orgasmo na vida sexual

Para uma pessoa ser considerada saudável sexualmente, é preciso que ela passe pelo que chamamos de ciclo de resposta sexual.

O ciclo de resposta sexual caracteriza-se por quatro fases.

  • Excitação: inicia-se com um estímulo somático ou psíquico que, caso adequado, levará à próxima fase;
  • Platô: as tensões sexuais são intensificadas e, subsequentemente, atingem o nível extremo;
  • Orgásmica: é o clímax involuntário com duração de poucos segundos;
  • Resolução: fase involuntária de diminuição da tensão, retorno ao estado de “não estimulação”.

Passar por essas 4 fases é fundamental para que o  sexo seja considerado satisfatório, caso contrário é fundamental procurar ajuda de um profissional para tratar e solucionar o problema que pode estar em qualquer uma das 4 fases citadas aqui.

Dentre as 4 fases, a orgásmica, ou seja, a fase em que a mulher deve chegar ao orgasmo é uma das mais preocupantes, pois é nessa fase que elas não conseguem chegar.

Antes de entender como chegar ao orgasmo, compreenda o que ele pode proporcionar!

Não se trata apenas de entender como chegar ao orgasmo, mas sim levar em conta os benefícios associados a ele!

Segundo um artigo publicado no The Journal of Sexual Medicine, no decorrer da relação sexual, algumas mudanças relevantes ocorrem em nosso corpo.

Isso pode ser associado ao aumento do fluxo de sangue e também frequência cardíaca. Em ambos os casos há um aumento significativo, principalmente quando acontece o clímax do ato sexual, ou seja, o orgasmo.

A principal característica relacionada ao orgasmo se refere a uma contração, que é seguida de perto por um maior relaxamento.

Esse resultado permite contribuir para um alívio das tensões musculares e, também, relaxamento do corpo.

Além disso, o alívio das dores também é um cenário possível quando mantemos uma vida sexual ativa e qualitativa.

Sabe àqueles recorrentes sintomas de cólicas menstruais ou enxaqueca?  Pode ser que uma vida sexual ideal possa ajudar a lidar com esses quadros. Para tal constatação, há um estudo que aborda essa possibilidade.

Ele foi publicado no The Journal Of Sex Research, que visa à comprovação de que durante o orgasmo, nosso cérebro libera endorfina e oxitocina.

Essa liberação acontece em quantidades até cinco vezes maiores do que quando nos encontramos em situações naturais. Outro ponto importante é que tais substâncias são hormônios.

Aliás, esses hormônios assumem a responsabilidade de ajudar no controle dos sintomas de dor, agindo de maneira semelhante à morfina.

Entender como chegar ao orgasmo e manter uma vida sexual saudável pode ser uma maneira de afastar as dores da sua rotina!

Saiba alguns pontos que ajudam a  como chegar ao orgasmo

Desejos, instintos e fantasias

A liberação desses 3 pontos é fundamental. É importante que você se permita ao prazer da maneira que se sentir mais confortável. Isso pode ter relação com a maneira que a pessoa mexe o seu corpo, como coloca sua verdade em jogo e até mesmo fazer a emissão de sons!

Aceitação

Aceitar quem você é e como você é pode ser um dos passos cruciais para aprender na prática como chegar ao orgasmo. Todos nós possuímos pequenas imperfeiçoes físicas e afastar julgamentos que firam essa posição é importante para a autoestima e bem-estar.

Autoconhecimento

Sem autoconhecimento e entendimento do que lhe favorece sexualmente, não é possível compreender como chegar ao orgasmo. O respeito e a vazão de suas vontades, limites e desejos é algo extremamente relevante em uma vida sexual plena.

Muitas mulheres iniciam a atividade sexual e dão continuidade durante toda a vida sem saber quais pontos do corpo são agradáveis aos estímulos.

Essa falta de conhecimento acontece principalmente pela educação que essa mulher teve em sua infância. Que mulher nunca ouviu que é errado se tocar, principalmente tocar em sua vagina.

Hoje sabemos que o autoconhecimento é essencial para que a mulher tenha maior prazer durante o sexo.

Praticar é preciso

Acredite, até mesmo o orgasmo depende de treino, sabia? Somente com prática e quebra de eventuais tabus você poderá compreender e explorar melhor o seu corpo. Ou seja, é preciso dedicar esforços para descobrir a sua individualidade sexual e, isso pode ser feito até mesmo por meio da masturbação!

O relaxamento

Se a ideia é abrir caminho para o prazer, então é preciso relaxar! Procure ao máximo reduzir qualquer exigência associada à sua performance sexual e demais preocupações.

No mais, toda a entrega poderá depender de todos esses itens. E, a soma de cada um deles resulta na entrega – e a entrega é o que permite o entendimento de como chegar ao orgasmo.

Liberte-se dos sentimentos nocivos

Sabe aquela famosa DR? Muita gente não gosta, mas pode fundamental para uma boa noite de sexo e em consequência chegar ao orgasmo.

As mulheres são sentimentais, por isso a conversa se faz necessária em alguns momentos para que ela consiga se entregar integralmente.

Converse com o seu parceiro sobre suas angústias e preferências, resolva seus problemas e mal-entendidos. As conversas francas e abertas podem melhorar a sintonia do casal.

Mas lembre-se, é muito importante que você aprenda a resolver e ENCERRAR as discussões, evitando assim ficar trazendo à tona problemas do passado.

Mudar e procurar ajuda é preciso

Fadiga, conflitos conjugais, falta de atração pelo parceiro, depressão, existem diversas razões para o transtorno orgásmico. Procure descobrir qual é a raiz do seu problema e, para saber qual problema.

A falta de orgasmo não é difícil de ser tratada quando é psicológica ou problemas no relacionamento, entretanto é fundamental um esforço da paciente para que o problema seja solucionado, esse esforço pode ser: cuidar da sua autoestima, conversar com seu parceiro, praticar exercícios tanto para o corpo quanto para a sua região íntima, entre outras indicações.

Ginástica Íntima

Hoje já está muito divulgado a ginástica íntima no Brasil, conhecido como Pompoarismo. Os exercícios feitos na ginástica íntima trabalha todo o canal vaginal, os chamados anéis vaginais.

Com a prática dos exercícios que podem ou não ser com acessórios, a mulher tem uma melhora na percepção durante o sexo, pelo fato da vagina ficar mais “apertadinha” o prazer aumenta, a mulher se sente mais confiante e consegue chegar ao orgasmo de forna muito mais fácil.

Masturbe-se, mas da maneira correta

Achou estranho essa frase? Mas ela é a mais pura verdade. Muito se fala da mulher se masturbar para se conhecer, mas pouco se fala em como se masturbar.

clitóris é o único órgão que proporcionará orgasmo para a mulher, portanto cuide bem dele e saiba usar e “acariciar” da maneira correta. O que acontece muito é que as mulheres fazem o extremo, ou seja, ou nunca se masturbam ou se masturbam demais.

A masturbação deve ser o momento onde a mulher possa conhecer seu próprio corpo, por isso não faça isso simplesmente pressionando os dedos no clitóris. A masturbação correta deve ter carinho, toque…

Em lugar confortável, deite-se ou fique do jeito mais confortável possível, toque nos seus seios, na sua vagina, no clitóris, comece com movimentos leves, permita-se ficar excitada e lubrificada.

Use os dedos em movimentos circulares ou da maneira que você goste, quando você estiver bem excitada, introduza um ou dois dedos na vagina, simulando uma penetração, ou se preferir use um vibrador, que pode ser do modelo que preferir.

Permita-se sentir todo o seu corpo. A masturbação vai muito além de acariciar o clitóris, ela é um momento onde você vai se conhecer e perceber todas as sensações e respostas aos estímulos recebidos, e que naturalmente reflete na hora do sexo.

As mulheres são as mais impactadas pela ausência do orgasmo, sabia?

Muitos motivos podem resultar no fato de que uma enorme parcela de mulheres não conseguem atingir o clímax durante o sexo.

O que acontece, é que muitas mulheres não atingem o orgasmo! Muitas até mesmo admitem nunca sequer ter tido um orgasmo no decorrer de suas vidas.

Um dado relevante e que pode ser associado a isso é a ocorrência de alguma experiência negativa que faça parte do passado, além de críticas da sociedade e crenças limitantes que aprendemos ao longo da vida.

Se por acaso a mulher acabou vivenciando alguma situação mais traumática, que a deixe “travada” nas relações sexuais, isso deve ser ponderado. Pode ser, inclusive, indicado que tal experiência seja compartilhada com o parceiro.

O mais importante é que essa mulher busque apoio e também tenha a oportunidade de receber compreensão.

Porém, nem sempre é fácil abrir esse tema com alguém que está ao nosso lado! Mas, não buscar ajuda poderá impedir que você saiba como chegar ao orgasmo.

Uma alternativa é buscar a ajuda de um especialista, que permita enfrentar de maneira eficiente um possível trauma.

Em linhas gerais, é primordial que mulheres que enfrentem essa condição falem sobre o assunto. Somente assim será possível receber a melhor assistência profissional possível!

E, é justamente aí que uma terapia sexual poderá ser importante! Ela poderá ajudar esse processo de compressão de um possível trauma e construir, junto com a paciente, um caminho possível para uma vida sexual mais feliz.

Procurar ajuda profissional é quebrar o silêncio! E isso é vital!

O ser humano já avançou muitos passos no decorrer de sua existência. A tecnologia, a ciência e novas possibilidades, como ir até à Lua, já fazem parte da nossa realidade, não é mesmo?

Mas, ainda não somos capazes de adivinhar o que o outro pensa! E, isso quer dizer que uma pessoa que não saiba como chegar ao orgasmo deve compreender algo fundamental: a importância de quebrar o silêncio.

Um erro bastante comum e que é cometido por grande parte das pessoas é tentar interpretar o que o parceiro ou parceira está sentindo durante o ato sexual.

Nem sempre gestos, sons e outros comportamentos são suficientes para poder entender como a outra pessoa se sente ou o que ela espera e precisa.

Faça Uma Terapia Sexual Online

E mais: muitas pessoas podem apresentar dificuldades em se dirigir ao parceiro ou parceira para pedir mudanças e ajustes pertinentes à prática sexual.

Ou seja, essa omissão pode ganhar proporções enormes com o decorrer do tempo e inibir o prazer e o bem-estar.

Não há como chegar ao orgasmo sem que haja uma troca, diálogo, compreensão e conhecimento!

Muitas mulheres, inclusive, afirmam durante uma consulta em terapia sexual alguns pontos relevantes sobre isso.

Há pacientes que dizem que quando estão quase chegando ao orgasmo, o parceiro simplesmente muda o ritmo ou até mesmo interrompe a penetração. Mas, elas nunca falaram sobre isso com eles!

Por isso, durante a terapia sexual, um dos focos do tratamento é estimular uma comunicação. E, isso não deve ser feito somente antes da relação, mas também durante e depois.

É importante entender que ninguém é capaz de adivinhar as nossas sensações físicas ou até mesmo o que precisamos para chegar ao orgasmo.

A terapia sexual é  uma aliada – sempre!

O autoconhecimento é fundamental para que você também tenha a capacidade de conhecer o outro, sabia?

Somente quando entendemos o que precisamos, como precisamos e quando precisamos somos capazes de nos colocar no lugar do outro!

Por isso, na terapia sexual, fica evidente que anular os próprios sentimentos e necessidades nunca é um bom caminho para priorizar o prazer do parceiro ou parceira.

O sexo é uma troca, e entender isso é primordial para uma vida sexual muito mais satisfatória. Somente assim você poderá entender como chegar ao orgasmo e ter um relacionamento mais feliz!

Posições sexuais que ajudam no orgasmo

As posições sexuais interferem no estímulo para a mulher e algumas facilitam a descoberta do prazer. A sugestão é tentar posições que permitam a penetração e o estímulo ao clitóris ao mesmo tempo.

Conheças as posições que mais estimulam o clitóris:

Gato Manhoso

Nessa variação do papai e mamãe, o que muda é o ângulo da penetração, de modo que o pênis pressione o clitóris o tempo todo. Ao mesmo tempo, fricciona os lábios vaginais, o que significa estímulo clitoriano extra.

Vai e Vem

Ele senta-se de pernas cruzadas e você fica no colo dele, passando as pernas em volta da cintura. Então, comecem a balançar para frente e para trás bem devagar, aumentando o ritmo à medida que se aproximarem do orgasmo.

Balança Mais Não Cai

Ele fica deitado, com uma perna esticada e a outra dobrada, com o joelho para cima. Você se abaixa lentamente sobre a perna que ficou flexionada. Então, encaixe-se no pênis e apoie-se no joelho dele para poder elevar e baixar o quadril. Durante o sobe-desce, deslize pela parte interna da coxa dele, pressionando o clitóris.

Conchinha

A mulher fica deitada de lado, e o homem se deita virado para as costas da parceira e a penetra por trás. Trata-se de uma posição bem confortável e que permite que ele faça carinhos e beije o pescoço e as orelhas dela, aumentando ainda mais o clima de excitação. Outra vantagem é que eles ficam com as mãos livres para estimular o clitóris e, assim, fazer com que ela chegue a um orgasmo com mais rapidez e intensidade

Vaqueira ou Cavalgada

Ela se senta sobre a pélvis do parceiro que está deitado de barriga para cima e promove o encaixe do pênis na sua vagina. Com a ajuda dos joelhos que estão dobrados sobre a cama, ela se movimenta realizando o ato da maneira que preferir e promovendo bastante atrito sobre o clitóris. Só é preciso ter cuidado se o pênis for muito grande, pois, como a penetração é direta e muito profunda, ele pode machucá-la.

Com todas as dicas que passei aqui para você é bem possível que você consiga chegar ao orgasmo de maneira mais fácil, mas caso isso não aconteça, entre em contato a agende uma consulta.

O post Como Chegar ao Orgasmo? apareceu primeiro em Débora Martins.

Esse Artigo Apareceu Primeiro em Como Chegar ao Orgasmo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s