Disfunção erétil em jovens é bem mais comum do que se imagina

Disfunção erétil em jovens é bem mais comum do que se imagina

Diferente do que a grande maioria das pessoas pensa a disfunção erétil em jovens é algo frequente. É comum que muitos associem essa condição a homens mais maduros, porém, isso é um engano, sabia?

Para começar, eu sempre procuro lembrar que a disfunção erétil é um problema que acarreta muitos outros no pacote. Entre eles, a ansiedade é um dos mais marcantes.

Mesmo que o problema geralmente acabe afetando homens mais maduros, isso não é uma regra universal. Além disso, 90% dos casos acaba sendo um efeito justamente da ansiedade!

E mais: a disfunção erétil é algo que vai se manifestar, cedo ou tarde na vida de muitos homens. E, isso nos leva a outro ponto: já que é algo que vai se manifestar em algum momento, é preciso saber em como saber a lidar com ela, assim enfrentando de maneira mais fácil.

Disfunção erétil em jovens

A partir dos 40 anos e, principalmente, aos 60, a disfunção erétil acaba sendo um quadro comum. E outras doenças aparecem nesse combo, como a hipertensão, obesidade, medicação e enfermidades diversas.

Mas, o que pode causar a disfunção erétil em jovens? Será que toda essa preocupação faz ou não faz sentido? É isso que eu vou explicar a seguir. Confira.

A disfunção erétil em jovens é um fato

Apesar de sabermos que esse é um problema bem mais comum em homens mais maduros, a disfunção erétil em jovens é um problema que tem sido cada vez mais frequente. E, isso não é apenas uma  impressão e sim, algo atestado pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU).

Segundo a entidade, existe uma impressionante estimativa de que a impotência sexual impacte a vida de 100 milhões de homens das mais variadas idades em todo o mundo!

Só para deixar claro, a disfunção erétil é uma incapacidade do homem em conseguir manter a ereção suficiente para a penetração. Mas, é sempre bom lembrar que há tratamento – e, quanto antes o problema é identificado, melhor é o resultado.

Leia sobre: Como fazer sexo anal? Dicas para um sexo sem dor e prazeroso

E, novamente aqui temos um embate! Homens, ainda mais jovens, não costumam muito cuidar de sua saúde. Isso quer dizer que ir a um urologista é sempre algo envolvido por tabus e muita (mas, muita mesmo) falta de informação.

Essa resistência em cuidar da saúde como um todo que parte dos homens acaba sendo um dos principais conflitos, afinal, se um diagnóstico precoce faz toda a diferença, não procurar um especialista torna isso impossível.

Portanto, como primeiro alerta eu deixo claro: mantenha uma rotina de cuidados e procure um urologista de confiança para entender a melhor abordagem para o seu problema.

O que pode causar a disfunção erétil em jovens?

Uma das maiores causas para esse problema tem nome e sobrenome: ansiedade de performance. Jovens quando iniciam sua vida sexual sempre podem ter insegurança. E, essa insegurança pode sim afetar o desempenho sexual, mesmo que seja um jovem.

Além disso, os jovens são os mais afetados pela ansiedade e, se tratando da “primeira transa” isso é ainda mais intenso.

Leia também Qual a diferença entre orgasmo e ejaculação feminina?

A ereção é resultado de diversos fatores que vão muito além do estímulo durante o sexo. Isso envolve desde hormônios, neurônios até vasos sanguíneos e o tecido erétil do pênis.

Cada um desses fatores age como uma equipe com objetivo de fazer a ereção acontecer. Por conta disso, quando um homem jovem está com muito medo de falhar ou até mesmo não corresponder a outra pessoa pode acontecer a disfunção erétil.

Também não podemos anular outras questões como as comorbidades. Nesses casos, a impotência sexual pode também ser mais comum. Abaixo, algumas causas que valem ser mencionadas:

  • Problemas circulatórios: tabagismo ou diabetes, por exemplo, podem afetar a circulação de sangue e, isso pode também afetar na hora de manter a ereção;
  • Problemas hormonais: como os hormônios integram o time de fatores que contribuem para a ereção, qualquer desequilíbrio pode sim resultar em uma impotência sexual;
  • Doenças neurológicas: condições como esclerose múltipla podem também aumentar as chances de disfunção erétil em jovens. Alguns exemplos são o hipotireoidismo e hipertireoidismo,
  • Uso de drogas: o uso de determinadas substâncias, que acaba sendo também mais comum na juventude também pode resultar em uma disfunção erétil.

Tratamento Natural para a Disfunção Erétil

Quando se fala em tratamento, muitos homens tem medo de procurar ajuda por ter que se expor. Por isso, ter um método alternativo e natural, porém eficaz é o que todos os homens procuram.

O pompoarismo masculino é o grande aliado dos homens quando se fala em disfunção erétil, isso porque são exercícios de contração do assoalho pélvico que são trabalhados, ajudando na maior circulação sanguínea que melhora a ereção.

Pompoarismo Masculino

Essa prática tem exercícios que vão do básico ao avançado e fazem parte do Programa de Treinamento Potência Masculina. Esse método é 100% online e por vídeo.

Quando buscar ajuda?

A busca por ajuda deve ocorrer quando você percebe que algo está diferente ou causando incômodos. Nesse caso, se um jovem teve disfunção pelo menos 4 vezes, esse é um forte indicio que há algo que depende de uma avaliação.

Uma outra métrica a ser usada é de se avaliar se ao menos 80% das relações são insatisfatórias, ou seja, com problemas na ereção.

Além de procurar um médico especializado e avaliar tudo que envolve o seu estado de saúde, é importante também obter apoio com um Terapeuta Sexual. Até mesmo porque o problema pode estar relacionado a causas psicológicas.

Manter essas duas linhas de atendimento é sempre o mais indicado – e, isso é ainda mais importante para grande parte dos jovens (e, homens mais maduros) acabam desenvolvendo uma baixa autoestima.

Além disso, a terapia também é uma aliada para entender a fonte do problema quando ele é psicológico. Nesse caso, identificar possíveis traumas, lidar com os fatores da ansiedade e muitos outros cenários é um caminho fundamental.

O que um sexólogo pode fazer por você?

A terapia sexual com um profissional em sexualidade, ajuda no processo de identificação dos gatilhos que ativam a ansiedade que é uma grande vilã na disfunção erétil em jovens.

Terapia Sexual para Homens

Eu, como sexóloga, auxilio os meus pacientes a entender como a mente funciona e como eles podem identificar os processos de auto-sabotagem na mente. É importante saber que todo o processo de ereção, começa no cérebro.

Hoje a internet tem facilitado muito esse processo terapêutico, pois os atendimentos podem ser feitos na modalidade online com toda a discrição e segurança.

Jamais use medicamentos por conta própria!

Na internet é comum vermos anúncios de medicamentos milagrosos e que resolve o problema da disfunção erétil em jovens. Cuidado!

A permissão da compra de medicamentos sem receita médica é uma prática criminosa e cruel, justamente porque afasta o entendimento da importância da medicina preventiva.

Leia sobre Sexo na menopausa: 5 Dicas para manter o casal ativo

O automedicamento e até mesmo o uso de remédios sem a real necessidade (já que a disfunção pode ser resultado de uma questão psicológica) não somente pode aumentar o problema como torná-lo irreversível. Isso sem contar as chances de causar outros problemas ainda mais graves.

A disfunção erétil em jovens não deve e nem precisa ser encarada como um tabu! Com o tratamento certo e a dose ideal de informações, é possível ter uma vida sexual saudável e feliz!

O post Disfunção erétil em jovens é bem mais comum do que se imagina apareceu primeiro em Débora Martins.

Esse Artigo Apareceu Primeiro em Disfunção erétil em jovens é bem mais comum do que se imagina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s